Cerro Santa Lucia

Cerro Santa Lucia

Post 4 de 7

Caso não tenha lido os primeiros posts com dicas da viagem é só clicar aqui!

Dia 27 de novembro, segunda-feira, saímos do apartamento após o almoço para visitar o Cerro Santa Lucia (em Santiago eles pronunciam “Lucía”), coordenamos o trajeto de forma a passar na Plaza de Armas, um dos monumentos famosos de Santiago.

🎁 Quer ganhar R$130,00 de desconto no aplicativo Airbnb?? É só inscrever-se clicando aqui!

O local é o marco zero do Chile. Ali se encontram símbolos arquitetônicos da era colonial, em contraste com o moderno, que inclusive é algo que se repete em muitos lugares em Santiago, e é realmente de tirar o fôlego! Da praça pudemos vislumbrar a Prefeitura, o Correio Central e a Catedral Metropolitana que é considerada o principal templo católico do país!

Continuamos então nossa caminhada rumo ao Cerro Santa Lucia. Ao lado do portão de acesso ao cerro, existe uma “lojinha” de arte indígena, o Centro de Exposicion y Comercializacion de Arte Indigena Cerro Welen.

O local parece uma caverna, e nos foi informado que são rochas de verdade. E é incrível como o local é fresco justamente por conta disso. O sol estava super quente lá fora, e quando passamos pela porta o ambiente parecia climatizado! Uma delícia.

Adquirimos alguns chocolates com recheios atípicos para nós aqui do Brasil, mas que vimos em vários locais por Santiago. Adquiri também uma miniatura em pedra de “Moai”, que são aquelas “estátuas” típicas da Ilha de Páscoa.

Assinamos um “livro”, e iniciamos nossa subida. Assim como o Cerro San Cristóbal, a entrada do Santa Lucia também é gratuita. Existem na verdade várias entradas, mas entramos pela principal que possui essa fonte logo após o primeiro lance de escada. 🔝

E novamente a beleza natural de Santiago nos tirou o fôlego (viram que faltou ar nessa viagem né?! 😜).

O Cerro Santa Lucia fica no centro de Santiago, o percurso é todo feito a pé. Diferente do San Cristóbal, o Santa Lucia é mais baixo, e você pode optar por uma infinidade de caminhos para chegar ao topo. Sério… chegamos a conclusão que só morando em Santiago e indo passear no cerro todo final de semana você pode conhecer todos os seus “cantinhos”. E cada “cantinho” lindo viu? Rendeu milhares de fotos!!

Sou obrigada a postar mais fotos do que sou acostumada aqui no blog, e provavelmente ainda postarei vários em tbt’s lá pelo Instagram. 3, 2, 1 e… surra de fotos…

Ao final desse passeio incrível, eu e a Lira resolvemos curtir um pouquinho como “os locais”. Em Santiago as pessoas tem costume de sentar na grama, em praticamente qualquer lugar, e ficar lá… descansando, conversando, lanchando… enfim… sentamos em um murinho que jamais sentaríamos assim, “de boa”, aqui no Brasil, e ficamos lá até o guardinha nos chamar para avisar que ia fechar os portões. E nós achamos que levaríamos uma bronca 😅 capaz! Santiago é muito top!

Quando os portões fecharam, pegamos o “rumo de casa”. No caminho, paramos em um shopping fazer umas comprinhas, e passamos novamente pela Plaza de Armas, dessa a vez a noite… e “ô” lugar lindo viu! Mesmo a noite não pareceu um lugar perigoso, estava inclusive acontecendo algumas apresentações de artistas. Mais detalhes vocês verão por aqui quando os vlog’s forem ao ar no canal do YouTube!

No caminho de volta passamos em um mercado para comprar umas guloseimas para o passeio que faríamos no dia seguinte (que logo estará aqui no blog), e voltamos para o apartamento!

Para conferir tudo isso em vídeo, é só apertar o play!

Clique aqui para continuar essa viagem… dia seguinte foi dia de fazer nosso primeiro passeio guiado pelo litoral do Chile!

E não deixe de me acompanhar pelo Instagram para ficar por dentro de todas as dicas e fotos top’s que faço com muito carinho 😘

Beijos da Cah!

CRÉDITOS

 Essa viagem faz parte do projeto #ViagemSemDestino. Ela relata experiências reais de uma viagem econômica. Todo o conteúdo, incluindo vídeos do YouTube foram produzidos pela equipe Camilla Guerra, com o suporte da empresa Pocket Agency.

4 thoughts on “Cerro Santa Lucia

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *