Regras do Quarteto de Patinação Artística

Regras do Quarteto de Patinação Artística

Obs: regras válidas em 2018. Para outros anos, consulte se houve alteração.

Olá guerreiros!!

Esse post é um pouco diferente pois foi criado pela necessidade de complementar esse vídeo logo abaixo…

Nesse vídeo quis passar a vocês uma noção de como é julgado um campeonato de Patinação Artística. Foi só um noção, e uma forma de introduzir esse assunto que até o momento não havia abordado, para sentir o interesse de vocês. Então não deixe de comentar aqui nesse post e/ou lá no video no YouTube se vocês querem saber mais.

O que acontece é que “julgar um campeonato de patinação artística” não é uma “ciência exata”! Além das regras serem atualizadas e modificadas constantemente, existem muitas modalidade e categorias, e com suas diferenças, os critérios de julgamento também mudam.

Fiz recentemente um curso para Árbitros, e pude entender um pouco mais e melhor as atuais regras que mudaram drasticamente (falei um pouco sobre isso no vídeo).

Enfim, assista ao vídeo, e aproximadamente no minuto 8:40 falei sobre movimentos feitos em categorias de show, os Recursos Coreográficos, e como no vídeo ficaria confuso e cansativo, essa parte trouxe escrita aqui para vocês!

São eles…

UNÍSSONO – Todos os patinadores fazem os mesmos movimentos ao mesmo tempo. Pode-se fazer também em direções diferentes. É o recurso mais comum em coreografias.

CONTRASTE SIMULTÂNEO – Movimentos ou sequências de movimentos diferentes realizados ao mesmo tempo ou um após o outro. Exemplo: “street dance”, no qual uma pessoa ou grupo realiza uma sequencia de passos, sendo sucedido pelo outro ou grupo, logo em seguida, por meio de outros passos. Outro exemplo: “dança gaucha”, enquanto os homens executam seus sapateados, as mulheres fazem seus giros valsados ao mesmo tempo.

CANON – São passos ou movimentos sequenciais dando um efeito de onda.Exemplo: “OLA” em uma arquibancada.

ANTÍFONA/RESPONSORIAL – É a ideia de “pergunta-resposta”. No ANTÍFONA, quando apenas um patinador realiza uma sequência de movimentos, e esses mesmos movimentos são respondidos pelo grupo. No RESPONSORIAL, um grupo é respondido por outro grupo. A resposta em ambos os casos NÃO é realizada simultaneamente, ou seja, somente quando os movimentos cessam de uma pessoa ou grupo, começam os movimentos de outro patinador ou de outro grupo.

ESPELHAMENTO OU ESPELHO – Como o nome já diz, são movimentos um em frente ao outro. São executados ao contrario e ao mesmo tempo.

FOCO – Em grupo, um patinador sai dele para olhar em um determinado ponto, logo em seguida, o restante do grupo se desloca um a um no mesmo ponto em movimentos em níveis diferentes com paradas diferentes, mas com o braço
estendido no centro do mesmo ponto e o olhar fixo no mesmo ponto.

FOTO – Movimentos com paradas. Os movimentos podem ser realizados por cada patinador de formas iguais ou diferentes, desde que a parada ocorra ao mesmo tempo por todos.

MULTIDIREÇÕES – O grupo patina em direções diferentes. Pode-se utilizar de duas maneiras:

  1. passos iguais, com direções diferentes.
  2. passos diferentes, com direções diferentes.

NÍVEIS – Movimentos coreográficos que são usados em níveis diferentes: nível baixo, médio ou alto, tanto na horizontal, como na vertical. Quanto mais recursos coreográficos em grupos ou em quartetos, mais serão ricos e interessantes. Todos os
recursos acima podem e DEVEM ser realizados das mais diferentes formas possíveis dentro da pista: colunas, fileiras,  triângulos, diagonais, círculos, quadrados, estrelas, diamantes, losangos, em “S”, em “V”, etc.

Post bem diferente esse né?! Espero que tenha auxiliado no entendimento!!

Caso tenham interesse em saber mais, é só me contar nos comentários!!

Não deixe de me acompanhar nas redes sociais, principalmente no Instagram!!

Beijo da Cah!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *