Onde ficar… em Londres | The Burns Hotel

Onde ficar… em Londres | The Burns Hotel

Quem me acompanha viu que eu e a Chris (vulgo: minha mãe) estivemos em uma EuroTrip nas últimas semanas. O maior intuito dessa viagem, era ter experiências de uma viagem o mais econômica possível, para passar dicas das mais variadas situações que alguém que queira uma viagem nesse estilo, possa precisar.

E a primeira é essa. A primeira opção para uma viagem econômica é um hostel certo? Mas não é que na hora de equilibrar o custo benefício, os hotéis ganharam de longe!!

camilla-guerra-patins-londres

Ficamos no Best Werstern Burns Hotel, da rede Best Western (inclusive em Paris ficamos em um hotel da mesma rede. Quando o post for ao ar deixo o link aqui 😉)

Mas cada hotel da rede possui características próprias, de acordo com a cidade em que está. Olha que graça essa fachada super londrina 😍

hotel-best-western

Um dos fatores decisivos na hora de encontrar a estadia, era a localização. Pois não adianta nada uma estadia super barata, se você estiver a quilômetros de tudo. Você irá gastar mais tempo, e talvez mais dinheiro para chegar aos pontos de seu interesse.

mapa-best-western-burns

O Burns Hotel estava – para nossos interesses – super bem localizado!! No vlog mostrarei melhor a proximidade com relação aos pontos turísticos, mas nessa imagem já mostro o que considero mais importante.

O hotel (localizado pela estrela) se encontra em frente a um parque, garantindo uma vista linda da janela (também mostro no vlog que assim que disponível trarei o link para cá). No número 1 o mais importante… METRÔ, ou como os londrinos chamam: Underground, que é o nome da empresa que oferece esse serviço em Londres. E foi com ele que nos locomovemos para TUDO… até mesmo para fazermos o caminho: aeroporto > hotel, hotel > aeroporto. A estação próxima é a Earl’s Court, da linha Piccadilly (no vlog mostro certinho como o Underground funciona).

E no número 2, outra coisa que considero muito importante em viagens… mercado! Afinal, tem dias que tudo que você precisa é de uma comida “normal”, e o Marks & Spencer é um mercado super completo.

Clique aqui para conferir a localização exata do hotel no Google Maps 😉

servico-de-quarto-best-western-burns

O serviço de quarto é 24 horas, e olha que linda a apresentação dos pratos! E aqui já fica uma dica: eles possuem uma taxa para o serviço de “levar até seu quarto”, se você mesmo levar sua comida para o quarto, não pagará nenhuma taxa adicional. #ficaadica

Também possui um WiFi MA-RA liberado!! Sério, que internet é aquela Brasil?!!

Obs: Subi um vídeo para o YouTube no hotel… foi mais rápido que na minha casa 😱

O café da manhã é incluso, e quando você chega te perguntam qual a bebida você deseja, e a levam em uma jarrinha para você na mesa. Mas eles possuem um “plus” no cardápio que para poder consumi-lo precisa pagar um valor no momento em que for comer. Se não me engano o valor adicional era de 3 libras. E o extra eram coisas como bacon, e outras coisas que não lembro porque eu e a Chris não somos muito fãs desses adicionais calóricos 😅

best-western-burns

E aqui vai mais alguns detalhes do nosso quarto para ressaltar. Ficamos em um quarto com duas camas de solteiro, escrivaninha, banheira (que foi maravilhosa para relaxar no dia que fiquei doente – sim, fiquei doente na viagem… se não ficasse não seria eu 😜) e uma vista linda do parque.

banheiro-best-western-burns Como na maioria dos hotéis de regiões comumente frias, o quarto possuía calefação, e no banheiro também tem essa calefação para secar as toalhas (quero instalar um desses na minha casa!), é realmente muito útil!

passa-calca-best-western-burnsE um “aparelho” que foi novidade para mim foi essa “tábua de passar calça” (foi como decidi chamar, kkk). Não foi necessário usarmos… mas achei super interessante!

Fora isso o piso era de carpete, a como a construção é mais antiga, foi aplicado sob um piso de madeira, então o chão era super quentinho. Acabei nem utilizando meus chinelinhos de pano que levei na viagem (tenho muito frio no pé). E olha que não sou uma pessoa adepta a ficar descalça, mas isso tornava o quarto realmente aconchegante.

Fora isso vocês poderão conferir um “tour pelo quarto do hotel” no vlog de Londres que assim que disponível trarei para esse post!

Para mais informação sobre o hotel, é só clicar aqui que serão encaminhados direto para o site!

Beijuuuu da Cah!

2 thoughts on “Onde ficar… em Londres | The Burns Hotel

  1. Oii Camilla! Sou de Santa Catarina também, de floripa e acompanho o seu canal. E já vinha planejando uma viagem para Europa, e AMEI seus vídeos da Eurotrip. E acabou ficando uma dúvida, você levou euro e libra, ou levou tudo em euro e trocou uma parte por libra em Londres nos câmbios? Teria alguma dica, para esse caso? Obrigada! 😀

    1. Oi Jana! Não trocamos lá não, levamos já o que precisaríamos em cada moeda, ouvi dizer que no câmbio de lá, se for necessário trocar, vai acabar pagando uma taxa alta. Não tenho certeza sobre isso, mas para garantir, já fizemos bem a conta antes de viajar! Fiquei muito feliz que gostou dos vlog’s!! Beijuuu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *