Suplementação no Esporte…

Nutrição-em-Pauta-por-lurdiane-brandao-camilla-guerra

Salve geração saúde, dando continuidade ao nosso assunto da suplementação, no post passado eu trouxe alguns suplementos muito utilizados hoje apresento para vocês mais alguns componentes e a finalidade deles no organismo.

suplemento_multivitaminico-1024x665

Pesquisas recentes demonstram que muitos suplementos são utilizados tanto por atletas como pela população em geral, sendo que a prevalência do uso por atletas não é muito maior do que a de indivíduos não atletas. A suplementação pode superar a ingestão diária recomendada de diversos nutrientes e substâncias, muitas vezes com alguns efeitos desejáveis e outros colaterais. O mercado de suplementos nutricionais oferece uma série de produtos com funções específicas ao organismo.

Os ergogênicos, por exemplo, são aqueles que podem promover aumento do desempenho físico além da capacidade fisiológica.

Já os repositores, são aqueles utilizados em determinadas fases para garantir a reposição dos nutrientes perdidos por alguma situação específica. O consumo de suplementos muitas vezes é feito por indivíduos com baixo consumo alimentar, apenas corrigindo o déficit nutricional, o que pode ser alcançado tranqüilamente através da alimentação. É fundamental que a suplementação seja indicada e acompanhada por um profissional qualificado, pois o efeito pode ser contrário ao esperado, trazendo conseqüências sérias e irreversíveis. Também é importante conhecer a composição e a indicação do produto e ter consciência de que todo suplemento deve ser fabricado dentro de certos padrões de qualidade para que sejam preservadas suas características e garantir sua eficácia e inocuidade. A fim de diminuir o risco de saúde no consumo de suplementos nutricionais com a atividade física, o Ministério da Saúde regulamenta estes produtos de acordo com sua finalidade, dando assim uma característica de necessidade, consumo e, inclusive, estabelecendo quantidades. Os suplementos nutricionais são classificados como:

Aminoácidos. Deste grupo, todas as formas de aminoácidos isolados (partes de proteínas) estão excluí- dos da classificação de suplementação alimentar, sendo que apenas os BCAAs são permitidos como suplemento. Até o momento, o Ministério da Saúde entende que altas dosagens de aminoácidos não são seguras suficientes para o consumo generalizado. Compensadores. Pós que enriquecem sucos ou leite e são formulados com todos os nutrientes necessários a uma dieta. Acrescentam calorias, proteína, carboidratos, vitaminas e minerais, de acordo com a necessidade calórica aumentada do esporte praticado. Repositores. São bebidas esportivas com o objetivo de repor água, sais e carboidratos (glicose) de forma mais rápida, evitando a desidratação de uma atividade intensa e/ou longa ou, ainda, causada pela temperatura elevada do ambiente.

Energéticos. Especialmente desenvolvidos para repor ou fornecer energia aos treinamentos. São ALIMENTAÇÃO ESPORTIVA  FUNCIONAIS & NUTRACÊUTICOS basicamente formulados à base de carboidratos e podem ser consumidos em pó (misturados em água) ou saches em gel. Aqui podem ainda ser consideradas as barras à base de cereais que fornecem basicamente carboidratos.

Protéicos. Basicamente proteínas, em pó ou em forma de barras, produzidas a partir da proteína do ovo (albumina) do leite (caseína) ou isolados de soja. Sabendo sobre a função e a classificação destes produtos, todos os atletas e esportistas podem manter bom rendimento com mais segurança. Além disso, o uso adequado e orientado por profissionais especialistas (médico/ nutricionista) levam aos melhores resultados no controle de peso corporal, ganho de massa muscular e melhora no desempenho.

suplementos-alimentares

Lembrando sempre que consuma suplementos sempre com orientação de um profissional habilitado como o nutricionista. Bjoss da Nutri 🙂

One thought on “Suplementação no Esporte…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *